sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Há tanta ternura o coração que escolhe onde quer morar

Há tanta ternura o Coração
que escolhe onde quer morar e se demora;
que traz consigo "estradas de chegadas" para tudo 
o que multiplica o Amor;
que tem sensibilidade no olhar para perceber 
o que deve fazer parte dos dias;
que oferece uma flor e não traz na mão o espinho;
que segue confiante nos próprios passos,
porque aprendeu a decifrar 
as pedras do caminho!
Inês Seibert